Coisas que acontecem…

Chegamos, segunda-feira 03 de abril. Cansados. A bem da verdade, muuuuiiitoooo cansados. 24hs sem dormir. Felizes, porém. Sol lindo. Dia lindo. O apartamento que alugamos é muito legal. Vista linda para o mercado central, o maior mercado só de alimentos da Europa. Arquitetura interessante, à beira do rio. Como não estamos em hotel, primeiro passo fazer compras para o café da manhã, lanchinho da noite com queijos e vinho nacionais (rsrsrsrs), água, etc. Fomos almoçar, seguramos ao máximo o sono para tentar ajustar rápido o corpo ao fuso de 5 horas a mais e nos deitamos às 23hs local. Desmaiamos.

Vista da janela da casinha de Bilbao

Terça, dia 4, amanheceu com chuva. Frio. Mas por volta de meio dia parou e saímos para comprar os capacetes em uma loja de bikes. Não trouxemos os nossos porque ocupa muito espaço na mala e nos voos que faremos por aqui, a gente ajeita em uma mochila. Andamos bastante passeando pela cidade velha que eles chamam de Casco Viejo. Voltando pra casa desembalamos as bikes e, surpresa, as coroas estavam quebradas. Por sorte, temos uma bicicletaria exatamente em frente ao apartamento que alugamos. Só atravessar a rua.

Museu Guggenheim de Bilbao

Quarta-feira, 05, fomos conhecer o famosíssimo Museu Guggenheim de Bilbao. Uma obra prima da arquitetura, projetada por um canadense Frank Ghery. S E N S A C I O N A L. Estava acontecendo uma exposição de artistas do Expressionismo Abstrato. (hein?) Muito interessante. Também visitamos as obras e instalações permanentes, não menos maravilhosas.

Quinta-feira, 06, continuamos nosso passeio pela cidade e coincidentemente assistimos à chegada da etapa de Bilbao da Volta Ciclística do Pais Basco. Muito popular por aqui.

Fachada do Hotel

Sexta-feira, 07, partindo para comemorar o aniversário do Edson e realizar um sonho e ficar hospedados no Hotel Marques de Riscal, dentro da vinícola de um dos melhores vinhos espanhóis. O arquiteto que projetou o hotel é o mesmo Frank Ghery que projetou o Guggenheim de Bilbao. Ousadia que não sabemos se é maior do arquiteto ou dos donos do hotel em “plantar” no meio de um vilarejo medieval um monumento à modernidade.

Spa, vinho, pedal, vinho, visita à vinicola, mais vinho, e ao chegar no quarto do hotel, depois de uma pedalada deliciosa pelo mais bonito vilarejo medieval da Espanha, La Guardia, um champagne Cordoniu, deu start à festa com mais sabor e amor.

Aniversário do Edson. À noite, o jantar do aniversário foi menu degustação do restaurante do hotel que tem uma estrela Michelin. Chic no “úrtimo”.

E como a Ju não conseguiu nem balão nem brigadeiro, tinha que arrumar um bolo. CLARO!!!!

Terminado o fim de semana, voltando para Bilbao na segunda dia 10, demos uma pequena paradinha em Logroño, cidade importante para os peregrinos do caminho de Santiago de Compostela.

Catedral em Logroño

O simbolo do caminho de Santiago

Hoje, terça-feira 11, enfim pegamos nossas bikes e pudemos dar a primeira pedalada JUMA com elas pela cidade. Dia de sol mas com temperatura baixa, mas agradável para pedalar.

Voltamos ao Museu Guggenheim – Bilbao
A primavera se manifestando na porta de casa
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s